Boa Vista já tem o seu Laboratório de Biologia Molecular para diagnóstico de covid-19 com capacidade para 150 resultados por dia

A ilha da Boa Vista já dispõe do seu Laboratório de Biologia Molecular, um investimento de 10 mil contos, que terá a capacidade de resposta de 150 resultados por dia.

Esta informação foi avançada pela presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP), Maria da Luz Lima, durante a abertura do laboratório que está instalado na Delegacia de Saúde da ilha, nesta quinta-feira 15 de abril.

“O laboratório de virologia é um ganho muito importante para a ilha, principalmente porque vai resolver os constrangimentos que tem havido com a deslocação das amostras para o Sal, ou para a cidade da Praia”, disse a presidente, acrescentando que o laboratório será um “ganho enorme”, uma vez que os serviços vão ter conhecimento dos resultados dos testes o mais tardar em 24 horas.

Quanto à resposta de capacidade, Maria da Luz Lima explicou que “será de 150 resultados por dia, enquanto não se abrir a fronteira”.

Isto porque, conforme assegurou, haverá uma parceria com a Inpharma no sentido de aumentar, nos outros centros, o número de resultados a serem processados.

“Com entrada dos turistas, mantendo a necessidade de elaboração de teste PCR, para a saída do país, em 48 horas, vai ser possível processar cerca de 800 amostras, através duma parceria com o Instituto Nacional de Saúde Pública nos laboratórios do Inpharma”, disse.

Por isso, em termos de resposta laboratorial, a presidente do INSP considerou que Boa Vista está preparada para receber os turistas, porque a técnica que está a ser utilizada é a recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) ”, confirmando que na quarta-feira algumas amostras foram processadas neste novo laboratório da Boa Vista.

Quanto ao investimento, a totalizar o custo dos equipamentos, parte administrativa, de recursos humanos e reagentes, informou a mesma fonte que o valor ronda os 10 mil contos.

“Este laboratório vai servir não só para o diagnóstico da covid-19, mas também para outras doenças virais, porque será possível processar outros testes e aumentar a capacidade de laboratorial de outras doenças virais”, afirmou, considerando que com este laboratório foi dado “um passo fundamental” para a retoma do turismo.

Este laboratório será mais um laboratório que vem somar aos outros 6 laboratórios criados desde o início da pandemia, para melhorar a resposta nacional em matéria de disgnóstico dos casos da covid-19, a saber (3) da Praia, (1) São Vicente, (1) Sal e (1) Fogo.

Fonte: inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados