Conferência de Imprensa diária sobre COVID19 – 08 de junho de 2020

A conferência de imprensa, realizada na tarde desta segunda-feira, para dar conta da situação epidemiológica da covid19 no país foi dirigida pelo Diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto e pela Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública, Maria da Luz Lima, onde informaram o seguinte:

Amostras analisadas: 141

Casos positivos: 13 sendo todos do Concelho da Praia,

Casos suspeitos: 5 sendo 2 no Santa Catarina de Santiago, 2 do Tarrafal e 1 do Sal.

Pessoas Internadas: 287 sendo 260 na Praia, 10 em Santa Cruz, 8 na ilha do Sal, 6 em São Vicente, 1 em Tarrafal de Santiago, 1 em Santa Catarina de Santiago e 1 em Boa Vista.

Pessoas com alta: 274 sendo 214 na Praia, 53 na Boa Vista, 3 em São Vicente, 1 em São Domingos, 1 em Tarrafal de Santiago e 2 em Santa Cruz.

Pessoas de Quarentena: 1.519 com a Cidade da Praia, Santa Cruz e São Vicente a terem maior número decorrentes da Investigação epidemiológica. Sendo que sal tem 110, São Vicente 353, Praia com 485 e santa Cruz Com 375.

O país contabiliza neste momento 567 casos acumulados de COVID-19 e 294 casos ativos e 5 óbitos. Aa parai continua a contribuir com 84% dos casos.

Em relação ao teste rápido para anticorpos não é recomendado para diagnóstico. Mas vai ser utilizado para o estudo de sero prevalência para se conhecer o nível de circulação do vírus SARS-Cov-2.

Em relação as amostras da ilha do Sal, a presidente o Instituto Nacional de Saúde Publica disse que por uma questão de facilidade do transporte as amostras do Sal devem chegar amanhã cerca de 60, os quais serão analisados amanhã, no laboratório de virologia da Praia. Maria da Luz Lima frisou ainda que mesmo não tendo resultado dos testes, as pessoas que estão em quarentena devem continuar a manter todas as medidas de prevenção contra a covid19 e as recomendações recebidas das autoridades sanitárias.

Jorge Noel Barreto disse que a estratégia de combate a covid19 do Ministério da Saúde é ainda atual, que é testar, diagnosticar, tratar e recuperar, salientado que todas as delegacias de saúde do país encontram-se atentas neste sentido.

Em relação as pessoas que já tiveram alta de covid19, Cabo Verde tem seguido as recomendações internacionais de fazer o seguimento de mais 14 dias após alta, mas ressaltou que as pessoas também recebem recomendações para que se verificarem alguma eventualidade relacionada a sua saúde para contactarem as estruturas de saúde.

Para mais infomações segue o video: https://www.facebook.com/ministeriodasaude.cv/videos/565922197455237/

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados