Conferência de imprensa diária sobre COVID19 – 23 de junho de 2020

O Diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças Prioritárias da DNS, Jorge Noel Barreto, avançou hoje as seguintes informações sobre a situação de covid19 no país:

Amostras analisadas: 253 sendo 159 no Laboratório de Virologia da Praia e 94 no Laboratório de Virologia de São Vicente.

Caso positivos:  39 novos casos, sendo 21 da Ilha do Sal, 6 no município da Praia, 7 de Ribeira Grande de Santiago, 3 de Santa Catarina e 2 de São Vicente.

Casos suspeitos: 24 sendo 14 no Sal, 7 em Santa Catarina, 2 no Tarrafal e 1 em São Salvador do Mundo.

Pessoas internadas: 474 sendo 248 na Praia, 137 no Sal, 69 em Santa Cruz, 11 em Santa Catarina, 4 em São Vicente, 3 em Ribeira Grande de Santo Antão. 1 na Boa Vista e 1 no Tarrafal de Santiago.

Recuperados: 59 nas últimas 24 horas, sendo 32 na Praia, 24 em Santa Cruz e 3 na ilha do Sal.

Até este momento em termos de pessoas recuperados o país regista 499 sendo que a maioria está no concelho da Praia com 395, Boa Vista 53, Santa Cruz 33, São Vicente 8, Sal 5, Tarrafal de Santiago 2, Santa Catarina 1, São Domingos 1 e Ribeira Grande de Santo Antão 1.

Pessoas em quarentena: 1297 sendo que a maioria se encontram em Santa Cruz com 403 pessoas em quarentena, seguido da ilha do Sal.

Em termos de balanço geral, o país contabiliza 983 casos positivos já registados de covid19, 499 recuperados e 8 óbitos.

O Diretor do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças Prioritárias esclareceu que em relação a 8 pessoas da Ilha do Sal que ainda estariam à espera dos resultados do teste, devem fazer contacto com a delegacia de saúde locar para terem mais informações, mas que a demora na entrega dos resultados depende da resposta do laboratório e do processo que leva o seu tempo.

Informou ainda que em relação ao reforço da delegacia de saúde do Sal devido aos casos que tem aparecido, já foi feito na medida do possível e que os recursos humanos não são muitos e serão distribuídos conforme necessidade.

Instado falar se todas as pessoas que evoluem para estado crítico vão chegar ao óbito, Jorge Noel Barreto disse que não, nem todas as pessoas que desenvolvem um quadro clínico crítico de covi19 evoluem necessariamente para a morte.

Questionado sobre a possibilidade de Cabo Verde vir a utilizar dexametazona como medicamento no tratamento de covid19, a semelhança de outros países, este dirigente afirmou que se está a ponderar esta possibilidade já que o país tem disponível este medicamente que pode ajudar a reduzir o efeito de resposta inflamatória no organismo da pessoa infectada. Inclusive que há pacientes tanto no hospital Agostinho Neto como na ilha do Sal que estão fazendo este tratamento.

Em relação a infeção da jovem mãe que morreu de covid19 no dia 19 do corrente em que a família reclamou ter sido realizado teste apenas 3 dias depois., este dirigente considerou que poderá ter havido falhas de comunicação entre o hospital e a delegacia de saúde da Praia, mas que existem procedimentos claros a serem cumpridos.

Por fim falando dos 7 casos registados hoje em Ribeira Grande de Santiago, Jorge Noel Barreto esclareceu que ainda a investigação epidemiológica esta em curso mas que as informações aponta que são casos que tiveram contacto com caso positivo da Praia e outros apresentar sintomas sugestivos de covid19.

Para ouvir na integra a conferencia de imprensa segue o link: https://www.facebook.com/ministeriodasaude.cv/videos/287861575669097/

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados