Conferência de imprensa sobre a COVID-19, de 04 de setembro de 2020

A habitual conferência de imprensa sobre a evolução epidemiológica da COVID-19 no país, desta sexta-feira, foi dirigida pelo Diretor Nacional da Saúde, Artur Correia, acompanhado pelo Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto.

Até às 15 horas deste dia, os resultados das amostras analisadas revelaram o seguinte:

Amostras analisadas: 521, a nível nacional.

Casos positivos: 75, sendo 50 na Praia, 10 nos Mosteiros, 8 na Ilha do Sal, 2 em Ribeira Grande de Santiago, 2 em São Domingos, 2 em Santa Cruz, e 1 em São Miguel.

Doentes ativos: 595, a nível nacional, dos quais 479 em internamento domiciliar e 116 em internamento institucional.

Casos recuperados: 60 pessoas receberam alta neste dia, sendo 43 na Praia, 7 em São Domingos, 4 em Ribeira Grande de Santiago, 3 na Ilha do Sal, 2 em São Salvador do Mundo e 1 nos Mosteiros.

Casos suspeitos: 18, sendo 9 na Praia, 3 em Santa Catarina, 2 em São Domingos, 2 em São Miguel e 2 no Porto Novo.

Resumidamente, o país contabiliza, até o momento, um total de 4200 casos acumulados da COVID-19, dos quais 3562 recuperados e 41 óbitos.

O Diretor Nacional da Saúde anunciou que, a nível nacional, já foram realizados um total de 51.496 testes rápido, até o momento.

Notificou também que cerca de 98% dos resultados dos testes PCR realizados, em pessoas que viajam, revelaram-se negativos.

No que se refere aos 429 doentes em internamento domiciliar, destacou os dados dos seguintes concelhos: Praia com um total de 291; Mosteiros com 79 e; Sal com 46.

Relativamente aos doentes em internamento hospitalar,informou que o país tem registo de 18 doentes, nesta sexta-feira, dos quais 10 no Hospital Agostinho Neto, sendo 1 em estado grave, 4 no Hospital Regional Santa Rita Vieira, 3 no Hospital Baptista de Sousa e 1 no Hospital Regional São Francisco de Assis.

Ao longo da sua intervenção, chamou atenção, várias vezes, para a responsabilidade e o compromisso tanto das pessoas que estão a fazer o isolamento domiciliar, como daquelas que aguardam pelos resultados dos testes PCR.

O Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias também reforçou o apelo a estas pessoas, em particular, no sentido de não partilharem espaços com os restantes familiares, usar sempre a máscara de proteção facial, evitar sair de casa, entre outras recomendações, de modo a evitar que haja propagação da covid-19 .

  Jorge Noel Barreto chamou atenção ainda que as pessoas que aguardam pelo resultado do teste PCR devem adotar comportamentos semelhantes àquelas com diagnóstico positivo.

Para mais informação siga o link:: https://www.facebook.com/ministeriodasaude.cv/videos/324529008857235

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados