Conferência de imprensa sobre a COVID19 – 27 de julho de 2020

O balanço da evolução epidemiológica do país, relativamente à semana finda, foi feito pelo Diretor Nacional da Saúde, Artur Correia, que também atualizou os dados da COVID-19 desta segunda-feira.

De acordo com as informações que avançou, os resultados das amostras analisadas, até às 15 horas deste dia, foram os seguintes:

Amostras analisadas: 186, a nível nacional.

Casos positivos: 21, sendo 8 em São Miguel, 7 na Praia e 6 em Santa Cruz.

Casos ativos: 754, dos quais 219 em internamento domiciliar.

Casos recuperados: registo de 103 pessoas recuperadas, nesta segunda-feira, dos quais 32 na Praia, 30 em Santa Catarina, 17 em Ribeira Brava, 17 na Ilha do Sal, 2 em São Miguel, 1 em Santa Cruz e 1 em São Lourenço dos Órgãos. 

A nível nacional, contabiliza-se um total de 1550 casos acumulados de recuperados, com destaque para os concelhos da Praia com 940, Sal com 244 e Santa Cruz com 156.

Casos suspeitos: 15, sendo 9 em Santa Catarina, 3 em Santa Cruz, 1 em São Miguel, 1 em São Lourenço dos Órgãos e 1 na Ilha do Sal.

Resumidamente, o país contabiliza, até o momento, um total de 2328 casos acumulados de COVID-19, dos quais 1550 recuperados e 22 óbitos.

Relativamente ao número de doentes em internamento hospitalar, Artur Correia fez saber que o Hospital Regional Santa Rita Vieira tem registo de 6 pessoas internadas e que o Hospital Regional Ramiro Figueira tem 2 pessoas internadas. Quanto ao Hospital Agostinho Neto, disse ter, neste momento, a lotação esgotada no serviço de isolamento.

O Diretor Nacional da Saúde fez a análise semanal da evolução epidemiológica do país e informou que dados da semana de 20 a 26 de julho mostram que há uma tendência estacionária para diminuição. A nível nacional, anunciou que foi registado uma queda para 161 casos.  A nível dos concelhos mais afetados, especificou que Praia consta com registo de 88 casos, Santa Cruz com 29 e Sal com 8.

No que tange à incidência por 100.000 habitantes, nas duas últimas semanas epidemiológicas, noticiou que dados dão conta de 76,8 casos.

Em relação ao número de chamadas recebidas na linha verde 8001112, revelou que no mês de junho foram registadas um total de 2378 chamadas e que no mês de julho, mais concretamente, até o dia 11, foram registadas 1365 chamadas.

Artur Correia informou também que Cabo Verde passou a seguir as novas orientações da OMS sobre os critérios de alta para pessoas infetadas por SARS-CoV-2.  Isto é que para pessoas assintomáticas poderão ter alta 10 dias depois do internamento sem teste PCR e para pessoas com sintomas poderão ter alta também sem recurso a teste PCR após 10 dias de internamento mais 3 sem sintomas.

O Director Nacional de Saúde assegurou ainda que estas pessoas não constituem perigo de transmissão do vírus para as outras.

Para mais informação siga o link: https://www.facebook.com/ministeriodasaude.cv/videos/310840590115238

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados