Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 07 de outubro de 2020

Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 07 de outubro de 2020

O Diretor Nacional da Saúde, Artur Correia, acompanhado do Presidente do Serviço Nacional da Proteção Civil e Bombeiros, Renaldo Rodrigues, dirigiu a conferência de imprensa, desta quarta-feira, dando conta dos dados atualizados relativos à evolução epidemiológica da COVID-19, no país.

Até às 15 horas deste dia, as amostras analisadas revelaram os seguintes resultados:

Amostras analisadas: 533, a nível nacional.

Casos positivos: 106, sendo 78 na Praia, 11 em São Filipe, 4 em Ribeira Grande de Santiago, 4 na Ilha de São Vicente, 2 em Santa Cruz, 2 em São Salvador do Mundo, 2 na Ilha da Boa Vista, 1 em Santa Catarina do Fogo, 1 na Ilha do Sal e 1 em Porto Novo.

Doentes ativos: 867, a nível nacional, sendo 607 na Praia, dos quais a maioria encontra-se em isolamento domiciliar.

Casos recuperados: mais 52 pessoas receberam alta, nesta quarta-feira, das quais 28 na Praia, 6 no Tarrafal de Santiago, 6 em São Filipe, 4 em São Domingos, 3 em Santa Catarina de Santiago, 3 em São Salvador do Mundo, 1 em Ribeira Grande de Santiago e 1 na Ilha da Boa Vista.

Resumidamente, o país contabiliza, até o momento, um total de 6624 casos acumulados da COVID-19, dos quais 5684 recuperados e 71 óbitos.

O país registou, nesta quarta-feira, mais 2 óbitos associados à COVID-19, ocorridos nos Concelhos de São Vicente e Porto Novo, sendo as vítimas com idades de 59 e 80 anos, respetivamente. Segundo Artur Correia, ambas as vítimas tinham outros problemas de saúde.

No que se refere ao internamento hospitalar, anunciou que há registos de 24 doentes internados, sendo 12 no Hospital Agostinho Neto, dos quais 2 em estado crítico, 7 no Hospital Regional Santa Rita Vieira, dos quais 1 em oxigénio, 3 no Hospital Baptista de Sousa, 1 no Hospital Regional São Francisco de Assis, dos quais 1 em estado instável, e 1 no Hospital Regional João Morais.

O Diretor Nacional da Saúde fez o balanço geral da evolução epidemiológica da COVID-19, no país, tendo avançado que, de modo geral, a situação está controlada, embora haja ainda alguma preocupação em relação a alguns concelhos que continuam a registar o aumento de casos.

Correia informou ainda que, a nível nacional, os casos diagnosticados no mês de setembro estavam relacionados com as viagens, contatos familiares, ambientes laborais, comunitários e hospitalares, tendo destacado dados específicos de alguns concelhos.

No que se refere à campanha eleitoral, que terá início a partir do dia 8 de outubro, o Presidente do Serviço Nacional da Proteção Civil e Bombeiros, chamou atenção aos candidatos, simpatizantes e apoiantes das candidaturas e o público em geral, para o cumprimento rigoroso das medidas de segurança sanitária, de modo a evitar o risco de contágio e a propagação da doença.

Renaldo Rodrigues alertou ainda que eventuais incumprimentos, durante a campanha eleitoral, serão sancionados nos termos das normas em vigor.

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados