Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 12 de outubro de 2020

Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 12 de outubro de 2020

O Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto, acompanhado da Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública, Maria da Luz Lima, dirigiu a conferência de imprensa, desta segunda-feira, atualizando os dados relativamente à evolução epidemiológica da COVID-19, no país.

Até às 15 horas deste dia, os resultados verificados das amostras analisadas foram os seguintes:

Amostras analisadas: 309, a nível nacional.

Casos positivos: 83, sendo 61 na Praia, 9 em São Domingos, 6 em Santa Catarina de Santiago, 3 em São Salvador do Mundo, 3 em Ribeira Grande de Santiago e 1 em Santa Cruz.

Doentes ativos: 1004, a nível nacional.

Casos recuperados: mais 94 pessoas receberam alta, nesta segunda-feira, das quais 55 na Praia, 13 em São Lourenço dos Órgãos, 11 em São Filipe, 7 em Santa Catarina de Santiago, 3 na Ilha de São Vicente, 2 no Tarrafal de São Nicolau, 2 na Ilha do Maio e 1 em São Domingos.

Casos suspeitos: 35, sendo 21 em Santa Catarina de Santiago, 4 na Praia, 3 em São Filipe, 2 em Santa Cruz, 2 na Ilha da Boa Vista, 1 em São Lourenço dos Órgãos, 1 em São Salvador do Mundo e 1 em São Miguel.

Pessoas em quarentena: 1035, a nível nacional.

Resumidamente, o país contabiliza, até o momento, um total de 7155 casos acumulados de COVID-19, dos quais 6075 recuperados, equivalente a uma taxa de 85%, e 75 óbitos.

Relativamente ao número de doentes em internamento hospitalar, o Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias informou que, neste dia, há registos de 26 pessoas internadas, sendo 12 no Hospital Agostinho Neto, das quais 3 sob cuidados especiais, 10 no Hospital Regional Santa Rita Vieira, dos quais 1 sob cuidados redobrados, 2 no Hospital Regional São Francisco de Assis, 1 no Hospital Baptista de Sousa e 1 no Hospital Regional João Morais.

Relativamente à questão da reabertura dos voos internacionais, afirmou que todas as condições foram acauteladas no sentido de dar as respostas necessárias.

Sobre a mesma questão a Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública realçou que todas as medidas para garantir que os resultados dos testes PCR estejam prontos em 72 horas, antes da viagem, foram tomadas, tendo acrescentado que para além dos seis laboratórios de virologia do país, aptas a dar resposta, existem também outros protocolos, nomeadamente com a INPHARMA, no sentido de garantir um resultado atempadamente.

No que se refere ao atual contexto em que se vive no país, com as eleições autárquicas, a reabertura das aulas e a retoma dos voos, tanto Jorge Barreto como Maria da Luz Lima reforçaram o apelo à população para o cumprimento rigoroso das medidas preventivas, de modo a evitar a propagação do vírus e, consequentemente, o aumento do número de casos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados