Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 21 de outubro de 2020

Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 21 de outubro de 2020

A habitual conferência de imprensa sobre a evolução epidemiológica da COVID-19 no país, desta quarta-feira, foi dirigida pelo Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto, acompanhado da Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública, Maria da Luz Lima.

Até às 15 horas desta quarta-feira, os resultados das amostras analisadas revelaram o seguinte:

Amostras analisadas: 578, a nível nacional.

Casos positivos: 132, sendo 48 na Praia, 28 em São Filipe, 25 na Ilha da Boa Vista, 7 em São Domingos, 5 na Ilha da Brava, 4 em Ribeira Grande de Santiago, 4 em São Salvador do Mundo, 3 em Santa Catarina de Santiago, 2 na Ilha do Sal, 2 no Porto Novo, 1 em São Miguel, 1 no Tarrafal de Santiago, 1 na Ribeira Grande de Santo Antão e 1 no Paúl.

Doentes ativos: 1106, sendo 721 na Praia.

Casos recuperados: 43 pessoas receberam alta neste dia, sendo 21 na Praia, 10 em São Filipe, 6 em Santa Catarina de Santiago, 2 no Tarrafal de Santiago, 2 em Santa Catarina do Fogo, 1 em Ribeira Grande de Santiago e 1 em São Salvador do Mundo.

Resumidamente, o país contabiliza, até o momento, um total de 8033 casos acumulados da COVID-19, dos quais 6835 recuperados e 90 óbitos, equivalente a uma taxa de letalidade de 1,1%.

O Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias informou que, nas últimas 24 horas, o país registou mais 2 óbitos associados à COVID-19, na Praia e no Hospital Regional Santa Rita Vieira. Ainda comunicou que o óbito ocorrido no Concelho do Paúl, no passado dia 14, de uma pessoa de sexo feminino, de 80 anos, teve como causa a COVID-19, conforme revelou o resultado da amostra que até então estava pendente.

No que se refere aos casos de internamento hospitalar, anunciou que, neste dia, há registos de 32 doentes internados, dos quais 14 no Hospital Agostinho Neto, sendo 2 em sob cuidados redobrados, 11 no Hospital Regional Santa Rita Vieira, sendo 2 em estado crítico, 3 no Hospital Baptista de Sousa, 3 no Hospital Regional João Morais, sendo 1 caso suspeito e 1 caso cujo primeiro resultado foi inconclusivo e está a aguardar o resultado do segundo teste, e 1 no Hospital Regional São Francisco de Assis.

A Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública enalteceu que o INSP, desde o surgimento da COVID-19, tem estado “ativamente” no cumprimento da sua missão, tendo aproveitado a ocasião para fazer uma breve exposição dos trabalhos que o INSP tem realizado nas vertentes de vigilância epidemiológica, investigação, comunicação de risco e formação, durante todo esse tempo da pandemia no país.

Também chamou atenção, mais uma vez, ao cumprimento das medidas preventivas, principalmente neste período de campanhas eleitorais, tendo reforçado o apelo, tanto para a população como para os candidatos à liderança dos partidos políticos, de modo a se evitar o aumento de casos durante e após o período eleitoral.

“Esta é uma situação que deve ser tomada muito a sério. Nós temos visto nalgumas localidades alguns aglomerados de populações. O desafio da infeção por SARS-CoV-2 são os assintomáticos, que são as pessoas que não se sentem doentes, mas estão infetados e a transmitir o vírus e a doença, muitas vezes, para pessoas que são próximas, que acabam por ter um desfecho menos favorável”.

Maria da Luz Lima salientou ainda que ninguém sabe quem está ou não infetado e nem como o vírus evoluí no organismo de cada um, tendo finalizado a sua intervenção com um apelo, no sentido todos evitarem os possíveis locais onde o vírus possa estar.

“Como estamos já praticamente no fim da campanha, queremos também chamar atenção, desde já, para a questão do encerramento das campanhas eleitorais, uma vez que depois há a divulgação dos resultados, que leva sempre a alguma reação. Pedimos a contenção nas reações depois da publicação dos resultados, porque é sempre importante nunca esquecermos que estamos numa epidemia muito grave e que, neste momento, estamos com 8000 casos”, rematou.

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados