Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 26 de outubro de 2020

Conferência de imprensa sobre COVID-19, de 26 de outubro de 2020

A atualização dos dados, desta segunda-feira, bem como o balanço semanal da evolução epidemiológica da COVID-19, no país, foi feita pelo Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias, Jorge Noel Barreto, na habitual conferência de imprensa.

Até às 15 horas deste dia, os resultados obtidos das amostras analisadas foram os seguintes:

Amostras analisadas: 290, a nível nacional.

Casos positivos: 28, sendo 21 na Praia, 2 em Santa Cruz, 1 em Ribeira Grande de Santiago, 1 em São Domingos, 1 em São Lourenço dos Órgãos, 1 em Santa Catarina de Santiago e 1 em São Miguel.

Doentes ativos: 872, a nível nacional, dos quais 514 na Praia.

Casos recuperados: mais 170 pessoas receberam alta, neste dia, das quais 96 na Praia, 36 na Ilha da Boa Vista, 10 em São Domingos, 9 em São Filipe, 4 na Ilha de São Vicente, 4 na Ilha do Sal, 3 em Santa Cruz, 3 em São Salvador do Mundo, 2 em São Lourenço dos Órgãos, 2 em São Miguel e 1 em Porto Novo.

Casos suspeitos: 16, sendo 8 em Santa Catarina de Santiago, 3 na Praia, 2 em São Salvador do Mundo, 1 em Santa Cruz, 1 em São Lourenço dos Órgãos e 1 na Ilha de São Vicente.

Resumidamente, o país contabiliza, até o momento, um total de 8423 casos acumulados de COVID-19, dos quais 7455 recuperados, representando uma taxa de 88,5%, e 94 óbitos, equivalente a uma taxa de letalidade de 1,1%.

No que se refere ao internamento hospitalar, neste dia, Jorge Noel Barreto informou que há registos de 24 doentes internados, distribuídos em 4 hospitais, sendo 12 no Hospital Agostinho Neto, dos quais 2 em estado crítico, 7 no Hospital Regional Santa Rita Vieira, sendo 2 em oxigénio, 3 no Hospital Baptista de Sousa e 2 no Hospital Regional São Francisco de Assis.

Relativamente ao balanço da evolução epidemiológica, nos últimos 14 dias, comunicou que, a nível nacional, foram realizados 534 testes PCR diários, somando um total de 7483 testes PCR, e que desse total foram identificados 1028 casos novos, tendo assinalado tratar-se de dados provisórios, uma vez que existem ainda algumas amostras pendentes a aguardar pelo diagnóstico.

Dos 1028 casos identificados, Barreto notificou que em média registou-se 72 casos por dia. Com relação à taxa de incidência acumulada, nesse período, fez saber que é de 196, por 100 mil habitantes.

Ainda fez o ponto de situação de alguns concelhos, nas últimas duas semanas, e revelou os seguintes dados:

São Filipe – 148 casos novos e uma taxa de incidência de 740, por 100 mil habitantes;

Santa Catarina de Santiago – 78 novos casos e uma taxa de incidência de 165, por 100 mil habitantes;

São Vicente – 38 casos novos e uma taxa de incidência de 45, por 100 mil habitantes;

Sal – 10 novos casos e uma taxa de incidência de 24, por 100 mil habitantes;

São Domingos – 37 novos casos, tal como nas semanas de 28 de setembro a 11 de outubro, e uma taxa de incidência de 264, por 100 mil habitantes;

Paúl – 47 casos novos e uma taxa de incidência de 886, por 100 habitantes. Relativamente a este concelho, em específico, frisou que houve um aumento significativo de novos casos, quando comparada com os dados das duas semanas anteriores, que dava conta de 12 casos e uma taxa de incidência de 226, por 100 habitantes.

O Diretor do Serviço de Controlo e Prevenção de Doenças Prioritárias salientou que a população não deve “baixar a guarda” no cumprimento rigoroso das medidas preventivas, ainda que haja tendência de diminuição de casos nos seus concelhos.

Sobre a repercussão das comemorações alusivas às campanhas eleitorais, em plena época da pandemia, Barreto disse que o ideal é aguardar os próximos 14 dias para avaliar a situação, e tirar alguma lição para as próximas eleições legislativas e presidenciais que seguem.

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados