Conferência de imprensa sobre COVID19 – 31 de julho de 2020

Acompanhado da Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública, Maria da Luz Lima, o Diretor Nacional da Saúde, Artur Correia, fez a atualização dos dados relativos à evolução epidemiológica da COVID-19 no país, desta sexta-feira, na habitual conferência de imprensa.

Os resultados das amostras analisadas, até às 15 horas deste dia, indicaram o seguinte:

Amostras analisadas: 265, a nível nacional.

Casos positivos: 33, sendo 21 na Praia, 7 na Ilha do Sal, 2 em São Domingos, 2 em Santa Cruz e 1 em Ribeira Grande de Santiago.

Doentes ativos: 604, dos quais 471 em isolamento institucional e 133 em isolamento domiciliar.

Casos recuperados: registou-se, esta sexta-feira, mais 68 recuperados, dos quais 38 na Ilha do Sal, 25 na Praia, 4 em Santa Catarina e 1 em Santa Cruz, o que soma um total de 1824 casos acumulados de recuperados.

Casos suspeitos: 10, sendo 3 em Santa Cruz, 3 em Santa Catarina, 2 em Ribeira Grande de Santiago e 2 na Ilha do Sal.

Resumidamente, o país contabiliza, até o momento, um total de 2451 casos acumulados da COVID-19, distribuídos em 15 concelhos, dos quais 1824 recuperados e 23 óbitos.

O Diretor Nacional da Saúde informou que, a nível nacional, regista-se um total de 16 doentes em internamento hospitalar, neste dia, sendo 8 no Hospital Agostinho Neto, dos quais 3 inspirando de cuidados redobrados, 7 no Hospital Regional Santa Rita Vieira e 1 no Hospital Regional Ramiro Figueira.

Noticiou também que foram realizados, neste dia, um total de 277 testes rápidos, a nível nacional, dos quais 161 na Praia, 25 em Santa Cruz, 20 em Santa Catarina, 20 em São Miguel, 12 na Ilha do Sal, 10 no Porto Novo, 8 na Ilha da Boa Vista, 6 em São Domingos, 6 no Tarrafal de Santiago, 4 nos Mosteiros, 3 em Ribeira Brava, 1 em Ribeira Grande de Santo Antão e 1 em São Salvador do Mundo. Desses testes, informou que foram notificados 10 casos deram positivos, sendo 4 em Santa Cruz, 2 em Santa Catarina, 1 na Praia, 1 em São Miguel, 1 em São Domingos e 1 na Ilha da Boa Vista.

De modo geral, especificou que até o momento, o país contabiliza um total de 41.203 testes rápidos realizados, sendo 21.200 na Praia, 5.181 na Ilha do Sal, 3.686 na Ilha da Boa Vista, 2.640 na Ilha de São Vicente, 1.483 em Ribeira Brava, 1.322 em Ribeira Grande de Santiago, 1.054 em Santa Cruz, 641 na Ilha do Maio, 641 em Santa Catarina, 539 na Tarrafal de Santiago, 422 no Porto Novo, 418 em São Filipe, 401 em Ribeira Grande de Santo Antão, 376 em São Domingos, 250 em São Miguel, 218 nos Mosteiros, 198 em São Salvador do Mundo, 176 na Ilha da Brava, 143 em São Lourenço dos Órgãos e 135 no Paúl.

Correia referiu ainda qua a grande maioria desses testes rápidos realizados resulta da atividade de esclarecimentos de investigação e também da vigilância epidemiológica, nomeadamente, a nível dos portos e dos aeroportos.

Saiba mais em: https://www.facebook.com/ministeriodasaude.cv/videos/325713165481444

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados