OOAS faz donativo de materiais e equipamentos para reforçar a resposta a COVID-19 ao governo de Cabo Verde

O Diretor-Geral da Organização Oeste Africana da Saúde (OOAS), Prof. Stanley Okolo, fez e entrega presencial de um donativo em matérias e equipamentos de resposta a Covid-19 a Cabo Verde, representado pelo Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário. Esta ação teve lugar nesta sexta-feira, 07 de agosto de 2020, no aeroporto Nelson Mandela, na presença do Embaixador e Diretor Nacional dos Assuntos Políticos, Económicos e Culturais, Júlio Morais e dos dirigentes do Ministério da Saúde.

O Ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário reconheceu o apoio da OOAS na integração de todos os países da CEDEAO, para a resposta a pandemia da COVID-19, sendo este considerado um gesto de solidariedade e apoio.

Alindo do Rosário afirmou ainda que esta parceria vem de longa data, com destaque em alguns projetos desenvolvido com o apoio da OOAS, nomeadamente, a formação dos médicos, o apoio aos estudantes de medicina em Portugal, mas também na área de capacitação dos técnicos de laboratório.

“Lembramos que há 5 meses atrás não tínhamos capacidade para realizar os exames de diagnóstico da COVID-19 e foi através do importante apoio da OOAS que se iniciou a capacitação dos técnicos e hoje temos vários laboratórios a funcionar no país.”

Entretanto o Ministro da Saúde e da Segurança Social também perspetiva novos caminhos a percorrer desta parceria com Organização Oeste Africana da Saúde porque segundo disse, são relações profissionais, institucionais de amizade e de um franco diálogo na busca de soluções conjuntas.

De acordo com titular da pasta da saúde, há poucos dias houve a Assembleia dos Ministros da Saúde da CEDEAO, onde foram debatidos de entre outras questões, a reabertura das fronteiras e das ligações internacionais bem como o reforço da capacitação dos recursos humanos nas áreas de laboratório e dos cuidados intensivos. O objectivo tornar os países da sub-região mais resistentes e com maiores capacidades de resposta.

“A situação da nossa região precisa de reforço e da solidariedade” salienta.

Arlindo do Rosário também deixou os seus agradecimentos ao Presidente da Nigéria pelo “importante” apoio que tem dado com a disponibilização do avião da Força Aérea da Nigéria, que transportou os materiais, bem como aos outros parceiros nomeadamente intuições alemãs.

De acordo com o Diretor-Geral da OOAS, esta missão é um a solidariedade ao governo de Cabo Verde, mas também aos 15 países membros da CEDEAO, considerando esta pandemia é muito seria e necessita de uma resposta específica e estratégica.“OOAS com o apoio de vários parceiros com o Ministério das Assuntos Estrangeiros de Alemanha e o Banco de Desenvolvimento da Alemanha, BMZ, e ainda com os recursos internos da instituição foi possível fazer este donativo a Cabo Verde” realçou.

De entre os materiais e equipamentos doados encontram-se equipamentos de proteção individual e materiais de consumo clínico e laboratorial para apoiar o país no reforço da resposta a COVID-19, tais como kits de diagnostico de teste PCR, regentes, ventiladores, óculos, luvas, batas, viseiras, mascaras e desinfetante.

Cabo Verde é o sexto país da CEDEAO que já recebeu este donativo da Organização Oeste Africana da Saúde e de acordo com Diretor Geral da OOAS, os outros estados membros serão contemplado nos próximos dias.

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados