Conferência de Imprensa diária sobre evolução da COVID19 – 06 de maio de 2020.

O Diretor Nacional da Saúde, Artur Correia e a Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública Maria da Luz Lima, durante a conferência de imprensa diária para o ponto da situação sobre a covid19 no país, avançaram, como de habitual, os dados e informações sobre a prevenção.

Artur Correia disse que nas últimas 24 horas foram registados:

Casos positivos: 5 da Praia e 1 controlo no conselho do Tarrafal

Casos suspeitos: 2 sendo 1 de São Vicente e 1 da ilha do Sal

Pessoas internadas: 148 sendo 128 na Praia distribuídos pelos 3 centros de internamento abertos (Escola de Hotelaria e Turismo, espaço cedido pela Cruz Vermelha e Estádio Nacional). Artur Correia garantiu que todos os internados nestes centros são pessoas cujo resultado dos testes para covid19 foram positivos, ou seja, estão todos com a infeção pelo Novo Coronavírus.

O único caso positivo da ilha de São Vicente teve alta hoje, depois de ter dois resultados negativos em 24 horas.

Pessoas em quarentena: 484 sendo 143 em quarentena domiciliar, (nos conselhos de Tarrafal, Santa Cruz, São Domingos e São Lourenço do Órgãos) e 341 pessoas em quarentena Obrigatória maioritariamente 311 do Conselho da Praia.

Cerca de 71% dos casos diagnosticados são assintomáticos que foram identificados a partir das atividades de investigação que são feitas a partir de um caso positivo.

Em relação aos vídeos que circularam no facebook dos centros de isolamento, o Diretor Nacional da Saúde disse que enquanto profissional está a tentar compreender qual a necessidade e motivação que estão por detrás destes comportamentos.

O Diretor Nacional de Saúde e a Presidente do Instituto Nacional de Saúde Pública apelaram as pessoas principalmente os jovens para adotarem comportamentos positivos para que possam proteger as pessoas idosas e toda a comunidade de idosos no país. Evitarem as visitas a idosos e doente crónicos porque são grupos mais vulneráveis a doenças, isto é, se apanharem covid19, podem desenvolver complicações mais graves e até lavar a morte.  

A presidente do INSP, reforçou os conceitos sobre o que é o vírus e a doença, as formas de transmissão e prevenção. Alertou que este vírus não é visível e pessoas infetadas podem transmitir o vírus mesmo não tendo sintomas. Assim, Maria da Luz Lima reforçou o apelo para que as pessoas adotem todas as medidas de prevenção que já foram divulgadas pelas autoridades.

Para as pessoas que estão infetadas devem utilizar uma máscara sempre e procurar manter todos os cuidados recomendados para evitar propagação do vírus para outras pessoas.

Maria da Luz Lima explicou também a diferença entre conceitos como

pessoas de risco significa que todos e qualquer pessoa está em risco de apanhar a doença.

pessoas mais vulneráveis são pessoas que se apanharem a doença pode ser muito grave e levar a morte.

E reforçou que ainda não se regista mais mortes porque a maioria dos casos são jovens, mas é preciso que cada um faça a sua parte para proteger as pessoas idosas e pessoas com doenças como diabetes, hipertensão, asma, cancros etc.

Em termos de estratégia de comunicação a presidente do INSP disse que a estratégia vem sendo dinâmica e por isso tem sido adaptada de acordo com as necessidades, informado que para as pessoas, zonas e bairros onde haja dificuldade de acesso aos meios utilizados para sensibilização está a se envolver as ONGs com ações de formação via videoconferência e poder chegar a estas pessoas e comunidades.

video na integra neste link: https://www.facebook.com/ministeriodasaude.cv/videos/233000278135928/

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados