Intervenção comunitária contra COVID-19 leva equipa multissectorial aos bairros da Praia

Desde o dia 18 de maio que diariamente uma equipa multissectorial coordenada pelo Serviço Nacional da Protecção Civil, juntamente com o Instituto Nacional de Saúde Pública, Polícia Nacional, Delegacia de Saúde da Praia, IGAE (Inspeção Geral das Atividades Económicas), Forças Armadas, Cruz Vermelha, Bombeiros e algumas associações comunitárias tem estado no terreno a levar a cabo uma intervenção comunitária para o controlo da COVID-19 na capital.

Esta intervenção que engloba montagem de tendas nos bairros com aplicação dos testes rápidos para pesquisa de anticorpos, atividades de sensibilização e envolvimento comunitário porta a porta, distribuição de materiais de comunicação, bem como desinfecção das ruas, vem dar corpo às orientações estratégicas do Governo para o reforço do controlo da epidemia na capital do país.

Até o momento cerca de 23 bairros já foram contemplados com estas atividades nomeadamente, Achada Santo António, Palmarejo, Tira Chapéu, Bela Vista, Vila Nova, Terra Branca, Várzea, Achadinha Baixo, Achadinha Acima, Bairro Craveiro Lopes, Eugénio Lima, Pensamento, São Pedro, Ponta d’Água, Achada Grande Frente e Achada Grande Trás, Fonton, Fundo Cobon etc.

A mobilização social tem sido feita através de vários carros de som e da abordagem porta a porta pelos voluntários do INSP, Forças Armadas, agentes da Cruz Vermelha, Polícia Nacional e IGAE. A aderência da população tem sido avaliada como satisfatória, tanto para realização de teste rápido como para tirarem as dúvidas e aderir as acções de prevenção.

O Instituto Nacional de Saúde Pública através de voluntários tem coordenado toda actividade de sensibilização comunitária para as medidas de prevenção individuais e colectivas contra a COVID-19.

Na mesma linha de reforço de comunicação, o IGAE tem estado presente no terreno a sensibilizar os responsáveis dos estabelecimentos comerciais sobre a importância de respeitarem as orientações das autoridades sanitárias nacionais relativamente aos cuidados e medidas de prevenção.

De recordar que na última terça- feira, 26 o Ministro da Saúde e da Segurança Social e o Representante da OMS (Organização Mundial da Saúde) em Cabo Verde efectuaram uma visita de terreno a estas tendas de intervenção comunitária e avaliaram positivamente as acções que estão sendo levadas a cabo de forma coordenada pelas diferentes instituições, realçando sobretudo a aderência e o papel das comunidades neste processo.

Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp
Artigos Relacionados